Header Ad

Most Viewed

Galileo e Pádua. Cidade no norte da Itália une ciência e espiritualidade

Questo articolo è dedicato ai lettori in lingua portoghese che hanno voglia di conoscere la Padova spirituale e la Padova scientifica. L’online ha la grande potenzialità di non avere confini e di poter raggiungere quindi i “curiosi” di tutto il mondo. A quelli dell’America Latina dedichiamo oggi questo contributo, confidando che lo possano trovare di loro utilità.  Ne seguiranno altri in lingue diverse per allargare il già nutrito numero di nostri amici.

di Caroline Rodrigues

Situada no norte da Itália, Pádua é famosa no Brasil por ser a cidade de Santo Antônio, conhecido como “santo casamenteiro”. Todos os anos, milhares de turistas vêm visitá-la para pedir ou agradecer na Basílica del Santo por milagres recebidos. Mas o que poucas pessoas sabem é que Pádua teve um outro morador ilustre: Galileo Galilei, o pai da ciência moderna. Ele foi professor de Matemática na Universidade de Pádua durante 18 anos – o melhor período de sua vida, segundo afirmou o próprio cientista.

Galileo nasceu em 1564 em Pisa, onde de 1592 a 1610 aperfeiçoou seus cálculos matemáticos e suas observações do céu com o uso do telescópio. Foi em uma noite estrelada  entre 9 e 10 de janeiro de 1610 que descobriu quatro pequenas e muito brilhantes estrelas: eram os quatro grandes satélites de Júpiter. Uma descoberta que abriu caminho para uma nova concepção do Universo.

O movimento contínuo dos satélites em torno de Júpiter, de fato, permitiu a Galileo entender definitivamente que também a Terra tinha que girar em torno do sol. Esse foi o início de um novo modo de fazer ciência, baseado no estudo empírico dos fenômenos da natureza, desenvolvendo assim o método cientifico pelo qual ficou famoso.

Para um turista que chega em Pádua e quer visitar alguns lugares importantes para Galileo, aí vão algumas dicas imperdíveis:

Palazzo del Bo

Sede histórica da Universidade de Pádua desde 1943. Hoje abriga a Reitoria e o mais antigo Teatro Anatômico do mundo. Neste palácio, Galileo lecionou de 7 de dezembro de 1592 a 7 de setembro de 1610. Sua cadeira original é mantida em exposição na “Sala dei Quaranta”, que leva o nome das imagens de quarenta estudantes famosos da Universidade de Pádua pintados nas paredes.

MUSME – Museu de História da Medicina em Pádua

Inaugurado em 2015, o local conta a história da Medicina dos primórdios até a atualidade, passando pelas influências e descobertas de Galileo Galilei em sua época, incluindo a criação de instrumentos científicos utilizados em diferentes disciplinas. Um museu de nova geração com especial atenção à história da Escola de Medicina de Pádua. 

Museu La Specola – Observatório Astronômico de Pádua

Conhecida como a “torre de Galileo”, a torre de Specola na realidade não foi frequentada pelo famoso cientista, uma vez que foi usada como observatório astronômico apenas a partir de 1767. Mas vale a pena visitar, pois reúne mil anos de História e 250 anos de Astronomia. Estabelecida como uma torre medieval, a Specola se tornou centro de pesquisas e museu, onde é possível visitar os ambientes e instrumentos usados pelos astrônomos dos séculos XVIII e XIX. Visitas guiadas são realizadas durante todo o ano.


 

 

    Lascia il tuo commento

    Il tuo indirizzo e-mail non sarà pubblicato.*